Os textos são da minha autoria excepto quando explicitamente mencionado e as imagens são na sua maioria retiradas da internet.

@lexis

10 de março de 2011

Mãe

Ainda que mal te pergunte Mãe, onde estás? Sempre é azul o céu? As nuvens são fofas e brancas e dá gosto recostar nelas e pensar na vida tal como nos recostamos num pedaço de areia a pensar na morte?

Ainda que mal te pergunte Mãe, tens tantas saudades minhas como eu tuas? As gotas de água que caíram hoje foste tu que as deixaste cair por não poderes ver nem beijar nenhum dos que por ti ainda choram?

Ainda que mal te pergunte Mãe, quando te vou voltar a ver?

P.S.: Sopra as velas que são para ti ...

2 comentários:

Paula Antunes disse...

Como eu te entendo Cunhada, onde ela estiver está a olhar por ti.

Beijos no teu coração:)

António Branco disse...

a minha fazia anos a 7 de Março.
a vida é uma coisa estranha...