Os textos são da minha autoria excepto quando explicitamente mencionado e as imagens são na sua maioria retiradas da internet.

@lexis

25 de abril de 2011

1003

Perguntaram-me um dia “Como se sabe que nos apaixonámos pela pessoa errada?” Não soube o que responder e vislumbrei memórias de amores e desamores, de promessas centenárias e beijos lendários, de noitadas, sexo prazer e dor, tudo numa mescla tão grande de sentimentos que iria jurar que era verdadeiro. Acho que foi quase o que aconteceu, não fosse ter a certeza absoluta que o sentimento estava certo mas o tempo de o sentir não.

2 comentários:

António Branco disse...

penso que nos apaixonámos pela pessoa errada quando levamos mais tempo a pensar no que seria do que naquilo que é...

Otário disse...

que mão tão sensual...
saudações otárias!